A Jornada de Agroecologia em números

Por Kleber Gonçalves

A Jornada de Agroecologia começou com grande expectativa de público. Ao chegar em Irati, vê-se pessoas envolvidas em movimentos, jovens, idosos, famílias e mesmo moradores locais querendo conhecer e aprender o que é a agroecologia, a Jornada e comprar os produtos da feira.

Segundo o levantamento da organização, mais de 4 mil pessoas estão alojadas nas dependências do CT Willy Lars e dentro do Parque Aquático da cidade. No túnel do tempo, estrutura que lembra os “100 anos da guerra do Contestado”, estão trezentas pessoas. Nesta quinta-feira (23) ainda estão chegando mais de quarenta caravanas nacionais e duas caravanas do Paraguai.

Do Brasil, estão representadas todas as macrorregiões. Por enquanto, estão presentes, nordestinos, do Sudeste, caravanas de Rio de Janeiro e São Paulo, do Centro-Oeste, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal e do Norte, há representantes de Amazonas.

A Jornada de Agroecologia foi organizado por 36 entidades do campo e da cidade, e, dessas entidades e de outras, no total são 500 voluntários trabalhando para garantir todo o funcionamento do evento nos quatro dias de debates, mesas, oficinas e programação cultural.



Desenvolvido pela Cooperativa EITA