“A natureza é a farmácia viva”, diz militante do MST

A medicina natural é uma forma de tratar doenças a partir de ervas e terapias alternativas.

Texto: Rita Hilachuk – Cobertura Universitária da 18ª Jornada de Agroecologia
Fotos: Heloisa Nichele

Na 18ª Jornada de Agroecologia, que acontece em Curitiba até o dia 1º de setembro, a tenda da ‘Saúde Popular’ marca presença.

Dona Maria Natividade de Lima, 67 anos, é integrante do movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e é a responsável pela indicação de terapias naturais. “Desde cedo eu me envolvi com as coisas da natureza. A minha mãe e o meu pai eram da roça e a minha vó era parteira. Fui aprendendo junto com eles. Depois, me envolvi com a Pastoral da Terra, com o sindicato dos trabalhadores rurais e fiz cursinho. É um eterno aprendizado e defesa. A natureza é a farmácia viva”, conta.

Aos 67 anos, Dona Maria é uma das pessoas que contribui com tratamentos naturais na 18ª Jornada de Agroecologia

Na tenda da saúde são oferecidos tratamentos diversos, entre eles auriculoterapia, massagem, terapia com pedras, ventosas e benzimentos. “Aqui nós temos médicos voluntários também, mas o que as pessoas mais procuram são as terapias naturais. E o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra luta por essa dignidade e apropriação de usar da natureza para termos saúde”, comenta.

Dona Maria também destaca a pluralidade de voluntários. “Assim a gente valoriza cada saber e entra em comunhão com a mãe natureza”.

Para ela, o principal elemento para ter saúde é uma alimentação adequada. “O primeiro remédio pra mim é água de qualidade e a comida sem agrotóxico. As terapias, os chás e as ervas medicinais servem para completar a alimentação, porque as pessoas precisam comer bem”, ressalta.

O atendimento prestado pela tenda é indicado para todas as pessoas e é gratuito. “A medicina natural serve para curar e prevenir os males. O primeiro passo é a pessoa vir aqui que a gente vai ouvir ela, saber dos sintomas e encaminhar para uma dos tratamentos”, explica dona Maria.

A tenda da saúde está na praça Santos Andrade e é uma das atividades da 18ª Jornada de Agroecologia. O evento busca o diálogo do campo com a cidade através de debates, apresentações culturais e comercialização de produtos orgânicos, como verduras, legumes e doces, por exemplo.

A tenda funcionará até às 20h, neste dia 31 de agosto, e no dia 1º de setembro, das 8h às 16h.



'“A natureza é a farmácia viva”, diz militante do MST' não possui comentários

Seja o/a primeiro/a a comentar!

Gostaria de deixar um comentário?

Your email address will not be published.

Desenvolvido pela Cooperativa EITA