Cooperativa incentiva a permanência dos jovens no campo

Ao todo, 75 famílias de três municípios fazem parte da cooperativa.

Texto: Rita Hilachuk – Cobertura Universitária da 18ª Jornada de Agroecologia
Fotos: Lia Bianchini

Os produtos da Cooperafloresta estão entre os que fizeram parte da Feira da Agrobiodiversidade Camponesa e Popular da 18ª Jornada de Agroecologia do Paraná, evento realizado em Curitiba (PR) entre 29 de agosto e 1º de setembro.

Um dos produtores que participam da Feira é Geovane Boa Ventura, de 23 anos, morador de Barra do Turvo (SP). Entre os produtos comercializados estão banana chips, cachaça, cerveja e legumes. “Hoje a Cooperafloresta trabalha mais com o processamento de alimentos e vendas in natura. Temos uma agroindústria onde são beneficiados os alimentos que as famílias produzem e também recebemos alimentos pré-processados para fazer a finalização”, explica Geovane.

Geovane destaca a participação da juventude entro da Cooperafloresta de forma que estes permaneçam no campo. “A participação dos jovens na cooperativa é um investimento na categoria de base. Em geral, o jovem não é tratado com muita importância e quando você investe em treinamento, capacitação, cursos eu acho que é algo legal que fortalece a comunidade”, explica.

A cooperativa dá cursos, assessora, tem equipe técnica e tem projetos que auxiliam no desenvolvimento do campo.

A Cooperafloresta nasceu da organização de famílias de agricultores e quilombolas. Em Barra do Turvo são 300 pessoas envolvidas com a cooperativa que tem como lema “União de Gentes e Natureza” e também agrega os municípios de Adrianópilis (PR) e Bocaíuva do Sul (PR). Ao todo, são 75 famílias que integram a cooperativa.


'Cooperativa incentiva a permanência dos jovens no campo' não possui comentários

Seja o/a primeiro/a a comentar!

Gostaria de deixar um comentário?

Your email address will not be published.

Desenvolvido pela Cooperativa EITA